Dicas: Qual o melhor tratamento para varizes: laser, espuma ou cirurgia? (Parte 4)

Posted on

Ou seja: 1 em cada 3 pessoas que forem submetidas ao tratamento de vasinhos com aplicação de esclerosante vai ter alguma mancha.

A notícia boa é que esses estudos também mostraram que essas manchas se resolvem , sem ajuda de cremes, laser ou qualquer tratamento que seja. As manchas que ocorrem pela reação inflamatória (hiperpigmentação pós inflamatória) geralmente respondem bem a e ácidos, como a hidroquinona, ácido glicólico, ácidos hidroxilicos e ácido retinóico (tretinoína). Para um tratamento adequado utilizando essas substâncias, visando obter o melhor efeito e diminuir a chance de reações adversas, é fundamental procurar ajuda de um médico . Já aquelas manchas que ocorrem por deposição de hemossiderina (pigmento do sangue) são mais difíceis de serem tratadas e respondem pouco ao tratamento com cremes. Para aqueles que já estão com manchas, resta buscar ajuda de um Dermatologista, que irá identificar o tipo de mancha e sugerir o tratamento mais adequado. “Ao penetrar na veia a espuma causa uma reação inflamatória dentro do vaso causando um espasmo imediato e, a curto e médio prazo, o fechamento dessa veia. A escleroterapia é um tratamento feito pelo médico angiologista para eliminar ou diminuir veias e, por isso, é muito usado para tratar vasinhos na pele ou varizes. Efeitos colaterais indesejáveis: Alergias, coágulos nos pequenos vasos (que devem ser puncionados), hiperpigmentação local (rara) e ulceração (rara). A esclerose das varizes é um tratamento simples que pretende eliminar as indesejadas “varizes estéticas” (varizes que aparentemente não são problemáticas, mas que se gostaria de eliminar).

Qual o melhor tratamento para varizes: laser, espuma ou cirurgia?

  • Polidocanol 0,5-2%
  • Glicerina cromada,
  • Glicose 75%,
  • Espuma,
  • Etc

Todos esses efeitos colaterais são transitórios e não caracterizam riscos ao paciente.

Tratamento de varizes com Laser Transdérmico Criolaser e Crioescleroterapia (CLaCS) - é um método que combina laser, escleroterapia e anestesia tópica, com jato de ar gelado sobre a pele. A dormência da pele provocada pelo frio engana o cérebro e diminui a dor, sem efeitos colaterais. Tratamento com Espuma Ecoguiada A cirurgia de varizes por espuma (escleroterapia com espuma ecoguiada) consiste na injeção de“espuma” no interior do vaso doente (varizes) de maior calibre. Quais são os efeitos colaterais? A cirurgia laser é indicada para tratar vasinhos ou varizes pequenas, e é feita com a luz de um laser aplicada diretamente sobre o vaso da variz. Esta operação também é conhecida como cirurgia tradicional e é utilizada no caso de varizes mais profundas ou grandes. Quais os efeitos colaterais? Outros efeitos secundários possíveis nesta técnica são o risco de alguma pigmentação de tom acastanhado, e o de flebite pós-esclerose. A secagem de vasinhos ou escleroterapia venosa pode doer dependendo do método utilizado para tratamento, da região onde estão os vasos e da sensibilidade dolorosa de cada pessoa.

O tratamento das varizes com espuma é uma opção à realização de cirurgia, o uso de esclerosantes em forma de espuma tem se popularizado nos últimos anos.

  • As lesões agudas de atletas
  • Sobrecargas musculares
  • Entorses de tornozelo
  • Edemas, linfedemas e insuficiencia venosa
  • veias da aranha, varizes
  • pernas cansadas, retenção de líquidos
  • Tratamentos pós-parto

A secagem dos vasinhos (telangiectasias) ou escleroterapia consiste na promoção de uma reação inflamatória no interior dos vasos levando ao seu endurecimento (esclerose) e posterior absorção pelo organismo.

Após o tratamento de secagem dos vasinhos o que pode acontecer é o aparecimento de novos vasos devido a fatores hereditários, ou devido ao sedentarismo. Após a escleroterapia de veias, o sangue não pode mais entrar na veia tratada, o que evita a formação de novas varizes no mesmo local. Como todo tratamento médico, a escleroterapia, em todas as suas modalidades (líquida/espuma/LASER) está sujeita a reações adversas, efeitos colaterais e um resultado aquém da expectativa. A cirurgia de varizes a laser pode ser realizada em procedimentos selecionados com anestesia local ou regional. Evidências atuais sobre o tratamento de varizes com espuma ecoguiada sugere que o método é eficaz no curto e médio prazos. O tratamento com espuma, gradativamente se firmou como método tão bom ou até melhor que a cirurgia de varizes convencional para o tratamento e controle das varizes. Chamado de escleroterapia, o tratamento para varizes é feito de diversas formas sendo uma delas a espuma densa. Embora simples, o tratamento de varizes com espuma densa pode apresentar alguns efeitos colaterais. A aplicação de espuma para varizes é feita injetando-se uma substância em forma de espuma branca nos vasos.

  • Parar de tomar aspirina ou similares, vários dias antes.
  • Manter jejum de 6 horas.
  • Tomar banho antes da operação.
  • Vestir roupas cómodas.

Os riscos são baixos mas podem ocorrer como manchas, trombose, feridas, entre outros; mas existem técnicas e precauções que o cirurgião vascular usa para minimizar esses possíveis efeitos colaterais.

Também, porque venosa (veia) doença é geralmente progressiva, nenhum tratamento pode prevenir o aparecimento de novas varizes ou vasinhos no futuro. A máquina sopra o ar com temperaturas de até – 20ºC sobre a pele provocando uma leve dormência, diminuindo assim a dor e os efeitos colaterais. A dormência da pele provocada pelo frio diminui a dor e não produz efeitos colaterais. Um tratamento feito pelo médico para eliminar ou diminuir as varizes que pode ser feito a laser, com espuma ou com glicose. Microvarizes A escleroterapia, popularmente conhecida como “aplicação” ou “secagem de vasinhos” é atualmente a terapia mais escolhida para o tratamento das microvarizes. Entretanto, independente do tipo de esclerosante escolhido, o paciente deve ser informado que efeitos colaterais indesejáveis podem surgir, como: pigmentação, formação de coágulos, úlceras, alergia, entre outras. As varizes que causam sinais e sintomas mais graves podem precisar de tratamento médico ou de cirurgia. Algumas pessoas com varizes podem escolher passar por tratamento médico ou cirurgia devido a razões cosméticas. O tratamento médico e cirurgia de varizes são usados para remover as veias varicosas ou para fecha-las.

Efeitos colaterais seguintes aos procedimentos podem incluir inchaço, descoloração da pele, câimbra e coceira.

Efeitos colaterais menos comuns incluem coágulos sanguíneos e dano ao nervo. Outra opção muito comum para o tratamento das varizes é a eliminação através de laser. Para a eliminação dos vasos maiores, o tratamento mais indicado ainda continua a ser a cirurgia de varizes, através de incisões. A escleroterapia com espuma densa é um tipo de tratamento que elimina completamente as varizes e os pequenos vasinhos. Nas varizes de maior calibre, este tratamento pode não dar o melhor resultado, mas é capaz de diminuir o seu tamanho, sendo necessária mais de 1 aplicação na mesma variz. – Cirurgia a Laser para varizes: usada também em pequenas varizes e teleangiectasias, consiste na destruição destes pequenos vasos através da aplicação de Laser. Uma vez observados criteriosamente os procedimentos da técnica de aplicação, assim como as contra-indicações e precauções, não se espera que ocorram efeitos colaterais significativos. A seqüência destes eventos sugere que a esclerose das varizes esofagianas seja um efeito mais tardio, que imediato, da medicação. ® é indicado para o tratamento da esclerose de pequenas varizes sem insuficiência valvular, bem como das varizes residuais, após cirurgia.

Reações adversas Uma vez observados criteriosamente os procedimentos da técnica de aplicação, assim como as contra-indicações e precauções, não é de se prever a ocorrência de efeitos colaterais significativos.

Existem efeitos colaterais da Escleroterapia? Com a progressão da doença podem aparecer varizes mais calibrosas, estas ficam abaixo da pele e geralmente são azuladas e as vezes podem formar cordões elevados e amolecidos. As principais opções terapêuticas para as varizes são: escleroterapia, cirurgia ambulatorial (microvarizes com anestesia local), cirurgia convencional (com ou sem safenectomia), ESPUMA ecoguiada, e a cirurgia endovenosa (laser ou radiofrequência). A esclerose com glicose é aplicada apenas em cerca de 30% dos pontos tratados com laser, principalmente em locais onde a veia ainda está “aberta”. Podemos tratar varizes de grosso calibre com espuma mas é importante estar ciente dos efeitos colaterais e complicações associados à esta técnica. Este efeito colateral limita o uso de ESPUMA no tratamento estético de varizes de grosso calibre. Entretanto, pacientes mais velhos e com risco cirúrgico elevado tem grande vantagem no tratamento de suas varizes com ESPUMA já que o risco deste procedimento é muito baixo. Como há poucos efeitos colaterais, a recuperação é bastante rápida e o retorno às atividades diárias pode ocorrer em dois dias. “Existem alguns efeitos colaterais pequenos, como tosse e manchas amarronzadas, que podem levar de um a doze meses para desaparecer.